Cinco Características Interpessoais Necessárias Para Um Profissional da Área de Testes

“Excelência é uma habilidade conquistada através de treinamento e prática. Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência. então, não é um ato, mas sim um hábito.” Aristóteles (384 – 322 a.C)

 

Introdução

Este artigo tem como objetivo descrever algumas características interpessoais desejáveis a um profissional da área de Testes de Software. Compreendê-las e valorizá-las irá auxiliá-lo no dia a dia.

 

Seja claro, objetivo e conciso!

O profissional da área de Testes está em contato constante com a equipe de análise e desenvolvimento, seja por meio verbal e/ou escrito. Independente do meio de comunicação é importante ser claro, objetivo e conciso para que todos os envolvidos possam compreendê-lo. Além disso, não deixe pequenos detalhes passarem despercebidos, por mais insignificante que sejam, registre sempre os defeitos encontrados durante a execução dos testes, de modo que seja possível a reprodução destes pelo desenvolvedor.

 

Seja um bom ouvinte e desenvolva um bom relacionamento com outras equipes!

Ao discutir um relatório de defeitos, permita que outras pessoas expressem suas opiniões, procure compreendê-las e entender que limitações nos sistemas existem, tente encontrar outros meios para resolver possíveis problemas.

 

Seja um bom negociador, lembre-se que negociar não é discutir, e sim persuadir!

Questionamentos sempre existirão em torno dos defeitos em aberto, para produzir uma negociação eficiente é importante ter conhecimento, habilidade e evitar palavras de acusação, que descrevam o tipo do trabalho do responsável pelo desenvolvimento, não utilize palavras como, por exemplo: “software mal desenvolvido” ou “software que trava a toda hora”.

De preferência não procure entrar em conflitos que possibilitem abertura para o desenvolvedor “atirar” em você. Concentre-se na resolução do problema, e não nas pessoas envolvidas. Além disso, adquirir a confiança no relacionamento e entender principalmente o negócio traz bons resultados.

 

Seja crítico, porém de forma construtiva!

Durante a elaboração e/ou execução dos testes é possível identificar requisitos não declarados (implícitos) e até mesmo àqueles que precisam ser mais bem detalhados estes devem ser relatados à equipe responsável. Porém não esqueça que isso precisa ser feito com respeito e não como formas de acusação.

 

Tenha paixão por aquilo que você faz!

A paixão pode ser considerada como o “segredo do sucesso”, pois mantém o profissional:

 

– motivado;

– disposto a realizar sacrifícios;

– comprometido com os resultados e metas;

– em busca do aprendizado contínuo.

 

Todos os fatores relacionados acima quando alinhados fazem com as empresas reconheçam e desejem reter este profissional dentro da organização. Além disso, as empresas valorizam quem não espera ser ensinado[1].

 

Grafico

 

Em qual quadrante você se encaixa? Reveja periodicamente as suas metas profissionais, competências, mantenha-se atualizado, tenha sempre vontade de aprender e evoluir profissionalmente. Lembre-se que crescimento profissional não se baseia em salário, cargo e diploma.

 

Considerações Finais

Este artigo abordou algumas características interpessoais desejáveis para um profissional na área de Testes de Software, é importante ressaltar que todas as características citadas precisam ser combinadas com o seu estilo de vida. Existem outras características requeridas, tais como ser detalhista, possuir olhar crítico, ser um bom revisor de documentação de requisitos e possuir boas habilidades técnicas.

 

Referências

[1] MUSSAK, Eugênio. Gente que aprende vale muito. Você S/A, Edição 140, fevereiro/2010.

Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *