Princípios do Teste

Atualmente a Tecnologia da Informação é um dos fatores críticos de sucesso para as organizações e pode ser considerado muitas vezes como um diferencial competitivo no mercado.

Já imaginou, qual o prejuízo tangível e intangível que a organização terá por conta de uma indisponibilidade de sistema e/ou defeito?

Os Testes devem garantir que as reais necessidades do cliente estão sendo atingidas.

Logo abaixo foram listados alguns princípios de testes cujo o seu conhecimento é fundamental.

 

Todos os testes devem estar de acordo com as necessidades do cliente. [Pressman]

Encontrar e consertar defeitos não ajudará se o software construído não pode ser usado e não atende as necessidades do negócio.

Através dos testes de software é possível garantirmos que a expectativa do cliente será atendida.

 

Os testes devem ser planejados antes do seu início. [Pressman]

O planejamento dos testes deve acontecer logo no início do projeto ou antes da sua execução. Nesta fase é necessário levantar qual abordagem e estratégia a serem utilizadas na realização dos testes de software.

 

Testar um software depende do seu contexto.

Por exemplo, softwares de segurança crítica (software do computador de bordo de aeronaves) devem ser testados diferentemente de um software de comércio eletrônico.

 

Não é possível testar exaustivamente um software. [Pressman]

Não é viável testar exaustivamente, porque existe diversas combinações de entradas e pré-condições, exceto para casos triviais

Ao invés de teste exaustivo é interessante avaliar o risco e a prioridade para dar foco aos esforços de testes.

 

O teste deve encontrar erros.

A pessoa que realizou a construção do software não é pessoa mais adequada para realizar os testes, é sempre bom pedir para outra pessoa conduzir os testes, pois este terá um olhar menos vicioso.

 

Espero que tenha gostado!

Abraços!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *